Nascida em terras Fortal Cityianas há um pouco mais de 20 anos. Ainda não foi descartada a ideia de que eu faça parte de uma conspiração alienígena ou que no fundo eu seja a personificação de alguma figura de Douglas Adams.

Sempre interessada em futilidades, cultura pop e a espetacular vida do espetáculo. Ao contrário da normalidade, a primeira palavra que escrevi não foi meu nome ou “mamãe”e sim “Tasso”.

Felizmente, melhorei um pouco os meus gostos pessoais. Infelizmente, ainda falta muito pra eu ter senso.

Advertisements